Restauro do Casario em Crixás (GO), 2010

Crixás aparece na história de Goiás como um dos arraiais mais antigos do Estado, fundado em 1734. Já naquela época, as lavras abertas eram ricas em ouro e o garimpo sempre foi  sustentação econômica dos moradores, que também cultivavam, em pequena escalam a agricultura de subsistência.

Como condensados de memórias, temos os casarios – vestígios materiais, testemunhos do passado materializados no presente.

A obra de restauro empreendida visou recuperar o último conjunto remanescente do século XVIII na região central de Crixás, três casas tombadas pelo município.

As diretrizes da intervenção buscaram manter a concepção arquitetônica do casario, sua volumetria e os materiais utilizados originalmente em sua construção. Assim, as paredes de adobe, as esquadrias de madeira e os telhados foram recuperados, e o espaço que circunda o o casario foi urbanizado, possibilitando a todos o uso e a apropriação de todo o conjunto.

Exemplar da arquitetura vernácula desenvolvida na região, este casario faz parte do patrimônio municipal, conforme Lei Municipal n° 618 de 1987.

 

 

Financiamento
Lei Federal de Incentivo à Cultura – Ministério da Cultura

Patrocínio
Mineração Serra Grande